Arquivos

Só o tempo

Voo

 

Só o tempo realmente escreve
e usa como pena o nosso corpo.
Pelas estradas, num cinema, numa cama
essa caligrafia é perdida
e é atroz o descuido
dos deuses e dos homens.
O que acaba chegando ao papel é só
o comentário que sobrou de um poema
eternamente disperso.
Modesta nota de pé-de-página,
decalque de um conto,
é o último índice de todos os índices.

Valerio Magrelli

Anúncios