Arquivo de Tag | Fractal

De navegações

Fractal .Conjunto de Mandelbrot


“Navegámos para Oriente –
A longa costa
Era de um verde espesso e sonolento

Um ver imóvel sob nenhum vento
Até à branca praia cor de rosas
Tocada pelas águas transparentes

Então as ilhas luminosas
De um azul tão puro e tão violento
Que excedia o fulgor do firmamento
Navegado por garças milagrosas

E extinguiram-se em nós memória e tempo”

Sophia de Mello Breyner Andresen

Antes de nós

Newton-Inv - Fractarte


Antes de nós nos mesmos arvoredos
Passou o vento, quando havia vento,
E as folhas não falavam
De outro modo do que hoje.

Passamos e agitamo-nos debalde.
Não fazemos mais ruído no que existe
Do que as folhas das árvores
Ou os passos do vento.

Tentemos pois com abandono assíduo
Entregar nosso esforço à Natureza
E não querer mais vida
Que a das árvores verdes.

Inutilmente parecemos grandes.
Salvo nós nada pelo mundo fora
Nos saúda a grandeza
Nem sem querer nos serve.

Se aqui, à beira-mar, o meu indício
Na areia o mar com ondas três o apaga,
Que fará na alta praia
Em que o mar é o Tempo?

Ricardo Reis

Penso e passo

Fractal de Jeanne Adema

FRACTAL DE JEANNE ADEMA

 

Quando penso que uma palavra 
Pode mudar tudo
Não fico mudo
Mudo

Quando penso que um passo
Descobre o mundo
Não paro passo 
Passo 

E assim que passo e mudo
Um novo mundo nasce 
Na palavra que penso

Alzira Espíndola e Alice Ruiz

Paixão

FRACTAL DE SOPHIE LERLEI

 

FRACTAL DE SOPHIE LERLEI

 

“De vez em quando Deus me tira a poesia.
Olho pedra, vejo pedra mesmo.
O mundo, cheio de departamentos, não é a bola bonita caminhando solta no espaço.”

Adélia Prado